14.7.11

O Orgulho Espiritual, o Coração e a Cebola

A primeira e pior causa do erro que prevalece em nossos dias é o orgulho espiritual.
Ele é a porta principal através da qual o diabo influi no coração daqueles que são zelosos pelo avanço do reino de Cristo. O orgulho espiritual é a maior porta de acesso da fumaça que vem do inferno para obscurecer a mente e perverter a capacidade de julgar, bem como é o principal instrumento com o qual satanás assalta os crentes, a fim de obstruir a obra de Deus. Até que essa enfermidade seja curada, os remédios para curar todas as outras enfermidades são aplicados em vão neste paciente.
 A própria natureza do orgulho consiste em desenvolver autoconfiança e rejeitar qualquer suspeita de que em si mesmo, o coração é mau. 
Não existe outro assunto em que o coração humano se mostra mais enganoso e impenetrável, como no orgulho espiritual.
O orgulho espiritual assume muitas formas e moldes, envolvendo todo o coração, como as cascas da cebola – quando você remove uma casca de cebola, existe outra por baixo.
Por tanto, precisamos ter a mais intensa vigilância possível sobre nosso coração, no que se refere a este assunto, e, com profundo ardor, clamar por ajuda ao grande Perscrutador dos corações. Aquele que confia em seu próprio coração é tolo.
O orgulho espiritual é mais bem identificado por seus frutos e efeitos:
1) A pessoa espiritualmente orgulhosa se considera cheia de entendimento e sente que não precisa aprender nada de ninguém.
&   2) Pessoas orgulhosas espiritualmente tendem a falar sobre os pecados dos outros, ou seja, sobre a miserável ilusão dos hipócritas, sobre a indiferença de alguns crentes que sentem amargura ou sobre a oposição que muitos demonstram para com a pura santidade.
&   3) A pessoa orgulhosa espiritualmente encontra nos outros crentes o erro  da sua de falta de crescimento na sua vida cristã.
&   4) A pessoa orgulhosa espiritualmente fala sobre quase tudo que percebe nos outros, fazendo com grosseria e com linguagem bastante severa. Em geral a critica de tais pessoas se dirige aqueles que são seus superiores.
&   5) O orgulho espiritual com frequência dispõe a pessoa a agir de maneira diferente em sua aparência exterior e a assumir uma linguagem, semblante e comportamento diferentes de seu habitual.
O  6) Outro padrão das pessoas espiritualmente orgulhosas é comportarem-se de maneira que levem os outros a fazerem delas seu alvo. É natural para uma pessoa que esta sob influencia do orgulho aceitar toda a reverencia que lhe tributam. Se os outros mostram disposição para submeterem-se a ela e sujeitarem-se em deferência a ela, essa pessoa orgulhosa esta aberta à sujeição, aceitando-a espontaneamente.
    Na verdade, aqueles que são espiritualmente orgulhosos esperam esse tipo de tratamento, formando uma opinião pervertida sobre aqueles que não lhe oferecem aquilo que eles sentem que merecem.

(Adaptado de Alguns Pensamentos sobre o Atual Avivamento do Cristianismo na Nova Inglaterra, extraído do livro As obras de Jonathan Edwards – Teólogo do Século XVIII).