14.2.13

A Renúncia do Papa Bento XVI e o Relógio Profético de Deus.

A primeira reação foi de espanto, a segunda de reflexão e a terceira a de ligar o botão de alerta.

Precisamente nesta ordem foi como fiquei, quando soube da noticia da renúncia do Papa Bento XVI.

Espanto, por nunca ter ouvido falar de um Papa que abandonou o trono de S.Pedro. 

Mas após saber das razões que o levaram a tomar esta atitude, fui levado a reflexão de tal ato.


Penso que foi um ato de muita coragem e dignidade e que serve até de exemplo para muitos pastores do nosso meio evangélico.

Pois todos nós conhecemos pastores que já ultrapassaram o prazo de validade, mas mesmo assim não passam o bastão, não desocupam o púlpito, mesmo sem mais nada ter para "dar" as pobres ovelhinhas.

Porém, já liguei o botão do sinal de alerta, pois penso que  esse tempo de estagnação que estamos vivendo, esta maresia e este mar de indiferença em  que a igreja mergulhou nos últimos 20 anos, está chegando ao fim.

O Papa que ora sai é considerado um conservador e a Igreja Católica perdeu muito espaço, influencia e poder e uma guinada ao liberalismo seria algo plenamente aceitável pela atual sociedade de nossa Sodoma e Gomorra.

O relógio profético de Deus andou 10 minutos.

E agora creio que nós somos sim a geração do arrebatamento, pois todas as peças do quebra-cabeças profético já estão 99% encaixadas, só falta o surgimento do AntiCristo, pois o falso profeta saberemos que é, quando o novo Papa assumir.

Maranata!!!!